Concurso Práticas Exitosas premia vencedores da sua quinta edição


Por Ascom em 17 de julho de 2017

A Coordenadoria de Projetos, Convênios e Parcerias promoveu, na sexta-feira, dia 14, no auditório da antiga sede da Defensoria Pública em Belo Horizonte, o V Concurso de Práticas Exitosas, que premiou trabalhos inovadores na busca de benefícios para os assistidos. O concurso recebeu inscrições de 21 trabalhos, nas categorias Trabalhos Jurídicos, Práticas Extrajudiciais e Práticas Comunitárias, a novidade da edição deste ano e contou com o apoio da Escola Superior. A secretária adjunta de Casa Civil e Relações Institucionais, Mariah Brochado Ferreira, representou o governador Fernando Pimentel na solenidade.

pratica1dsc_4665

O vice-presidente da Adep-MG, Flávio Wandeck; a secretária adjunta de Casa Civil, Mariah Brochado; a defensora-geral, Christiane Malard; a coordenadora de Projetos, Tifanie Carvalho; e o presidente do Sicoob JUS-MP, Amando Prates

a_dsc_4772

Alunos da Escola Estadual Renato Azeredo e integrantes da comunidade de Vespasiano, defensores públicos e servidores prestigiaram a cerimônia de premiação do V Concurso de Práticas Exitosas da DPMG

Na abertura dos trabalhos, a defensora pública-geral, Christiane Neves Procópio Malard, ressaltou que a categoria Práticas Comunitárias, que passou a integrar o concurso nesta edição, “constitui uma verdadeira aproximação com as comunidades e deve receber apoio para que projetos como esse possam florescer dentro da Casa da Cidadania”. Destacou que o projeto permite a efetivação e conscientização quanto aos direitos humanos e estimula a articulação da Defensoria com a comunidade. A defensora-geral citou o poema Mascarados, da poeta goiana Cora Coralina, ao encerrar a sua exposição: “Saiu o Semeador a semear/Semeou o dia todo/e a noite o apanhou ainda/com as mãos cheias de sementes./Ele semeava tranquilo/sem pensar na colheita/porque muito tinha colhido/do que outros semearam./Jovem, seja você esse semeador/Semeia com otimismo/Semeia com idealismo/as sementes vivas/da Paz e da Justiça”.

Em seu discurso, Mariah Brochado parabenizou a Defensoria Pública pela iniciativa, e destacou a importância de ações “que façam o melhor por Minas Gerais”. Ao cumprimentar a defensora-geral, lembrou o governador Fernando Pimentel, para quem Christiane Malard “integra o time das mulheres por Minas, com o seu trabalho à frente da DPMG, o que nos orgulha”, ressaltou.

Trabalhos Jurídicos

O primeiro lugar na categoria Trabalhos Jurídicos ficou com “Atuação dos defensores públicos da Infância e da Juventude Cível da Capital contra o abrigamento compulsório de bebês”, das defensoras públicas Adriane da Silveira Seixas, Daniele Bellettato Nesrala, Júnia Roman Carvalho, Laurelle Carvalho de Araújo, Thaisa Amaral Braga Falleiros e do defensor público Wellerson Eduardo da Silva Corrêa.

a_dsc_4985

Os defensores públicos Tifanie Carvalho; Adriane Seixas; Wellerson Corrêa e Laurelle Araújo, que representaram a equipe que conquistou a primeira colocação em Trabalho Jurídico; e o defensor público Luciano Chaves

O segundo lugar coube ao trabalho “Defesa dos direitos dos artesãos nômades”, da defensora pública Flávia Marcelle Torres Ferreira de Morais.

a_dsc_4979

A defensora pública Tifanie Carvalho, a segunda colocada em Trabalho Jurídico, Flávia Marcelle de Morais e a defensora pública Ana Lúcia Gouveia

O terceiro lugar ficou com “Antecipação de perícia médica em ações previdenciárias – inversão de procedimento por meio de produção antecipada de provas”, das defensoras públicas Mariana Carvalho de Paula de Lima e Marina Gomes de Carvalho Pinto

a_dsc_4975

Os defensores públicos Tifanie Carvalho e Luís Renato Braga acompanhados pelas terceiras colocadas em Trabalho Jurídico, defensoras públicas Mariana Carvalho de Paula e Marina Gomes

 

Prática Extrajudicial

Na categoria Prática Extrajudicial foi vencedor “Cuidado além das grades”, dos defensores públicos Alessa Pagan Veiga, Fernando Souza Vilefort, Evaldo Gonçalves da Cunha, Gustavo Humberto Ramos, Maria Cristina Gonçalves dos Santos e Bárbara Silveira Machado Bissochi.

a_dsc_5000

A defensora pública Tifanie Carvalho, a defensora pública Alessa Pagan, que representou a equipe que venceu a categoria Prática Extrajudicial; e o defensor público Luís Renato Braga

Em segundo lugar ficou o trabalho “Implantação da mediação e conciliação de conflitos na Defensoria Pública da comarca de Ituiutaba”, da defensora pública Mônica Alves da Costa.

a_dsc_4994

A defensora pública Mônica Alves, segunda colocada em Prática Extrajudicial; Amando Prates; e a defensora pública Tifanie Carvalho

O terceiro lugar ficou com “Viva a mulher”, da defensora pública Maria Antonieta Rigueira Leal Gurgel.

a_dsc_4990

O defensor público Flávio Wandeck; a defensora pública Maria Antonieta Gurgel, terceira colocada em Prática Extrajudicial; e a defensora pública Tifanie Carvalho

 

Prática Comunitária

Na categoria Prática Comunitária o vencedor foi “Trabalhando a afetividade para solução de conflitos, por meio do lema: Gentileza gera gentileza”, desenvolvido pelo diretor Djalma de Oliveira Tomé na escola estadual Renato Azeredo, em Vespasiano.

a_dsc_5021

O defensor público Flávio Wandeck; o professor Djalma de Oliveira, vencedor na categoria Prática Comunitária; Amando Prates; e a defensora pública Tífanie Carvalho

Em segundo lugar ficou o “Mutirão de limpeza da Vila  Esperança”, de Regiane Fátima de Lima.

a_dsc_5013

A defensora pública Tifanie Carvalho; Amando Prates; Regiane Fátima de Lima; e o defensor público Luciano Chaves

Em terceiro lugar ficou a “Casa de referência da mulher Tina Martins’, apresentada pelo Movimento de Mulheres Olga Benário.

a_dsc_5008

A defensora pública Tifanie Carvalho; a representante da Casa de Referência da Mulher Tina Martins, Isabella Sturzeneker; Amando Prates; e a defensora pública Ana Lúcia Gouveia

Os vencedores na categoria Prática Comunitária receberam premiação em dinheiro: o primeiro lugar, R$ 1 mil; o segundo, R$ 600,00 e o terceiro, R$ 400,00, premiação feita pelo Sicoob JUS MP, parceiro da DPMG na iniciativa.

Participaram do júri que escolheu os vencedores, o assessor Luciano Andrade Chaves, que representou o corregedor-geral, Ricardo Sales Cordeiro; o coordenador Local em Betim, Luís Renato Braga Arêas; o presidente do Sicoob JUS-MP Amando Prates, a coordenadora Regional Mata I, Ana Lúcia Gouveia Leite; e o vice-presidente da Adep-MG, Flávio Wandeck.

a_dsc_4775

A coordenadora de Convênios e Projetos, Tifanie Carvalho; o defensor público Luís Renato Braga; a defensora pública Ana Lucia Gouveia; o assessor Luciano Andrade Chaves; o defensor público Flávio Wandeck; o presidente do Sicoob JUS-MP, Amando Prates;

 

Trabalhos inscritos

Inscreveram-se na categoria Trabalho Jurídico os trabalhos: 1) “Ação Civil Pública em razão da greve dos peritos médicos do INSS”, das defensoras públicas Cleide Aparecida Nepomuceno e Mariana Carvalho de Paula de Lima; 2) “Mutirão das Famílias”, do defensor público Fernando Orlan Pires Resende; 3)“Defesa dos direitos dos artesãos nômades”, da defensora pública Flávia Marcelle Torres Ferreira de Morais; 4) “Antecipação de perícia médica em ações previdenciárias – inversão de procedimento por meio de produção antecipada de provas”, das defensoras públicas Mariana Carvalho de Paula de Lima e Marina Gomes; 5) “Atuação dos defensores públicos da Infância e da Juventude Cível da Capital contra o abrigamento compulsório de bebês”, das defensoras públicas Adriane da Silveira Seixas, Daniele Bellettato Nesrala, Júnia Roman Carvalho, Laurelle Carvalho de Araújo, Thaisa Amaral Braga Falleiros e Wellerson Eduardo da Silva Corrêa.

Na categoria Prática Extrajudicial foram inscritos os trabalhos 1) “Implantação da mediação e conciliação de conflitos na Defensoria Pública da comarca de Ituiutaba”, da defensora pública Mônica Alves da Costa; 2) “Gestação Legal”, da defensora pública Flávia Marcelle Torres Ferreira de Morais; 3) “Mutirão carcerário anual”, do defensor público Cláudio Fabiano Pimenta; 4) “Viva a mulher”, da defensora pública Maria Antonieta Rigueira Leal Gurgel; 5) “Família em paz”, dos defensores públicos Frederico Oliveira Castro, Marcella Cunha de La Rocque Castro, Renata da Silva Gontijo Marini, Eliane Cristian de Melo, Débora de Fátima Alves Silva, Sheilla Valéria de Oliveira, Álvaro Ricardo Azevedo Andrade Filho, e Janaína dos Santos Damas Ribeiro; 6) “Cuidado além das grades”, dos defensores públicos Fernando Souza Vilefort, Evaldo Gonçalves da Cunha, Gustavo Humberto Ramos, Maria Cristina Gonçalves dos Santos e Bárbara Silveira Machado Bissochi; 7) “Atuação extrajudicial dos defensores públicos da Infância e Juventude Cível da Capital na resolução do problema de fornecimento de merenda pelo município às creches conveniadas”, dos defensores públicos Adriane da Silveira Seixas, Wellerson Eduardo da Silva Corrêa, Thaisa Amaral Braga Falleiros e Vinicius Lopes Martins.

Na categoria Prática Comunitária foram inscritos os trabalhos 1) “O papel da União Colegial de Minas Gerais (UCMG) nas ocupações escolares com forma de luta pelo direito fundamental à educação com dignidade”, por Késsia Teixeira; 2) “Mutirão de limpeza da Vila Esperança”, por Regiane Fátima de Lima; 3) “Revitalização e limpeza da escola estadual Cristiano Machado no bairro Calafate”, por Regiane Fátima de Lima; 4) “Natal solidário”, por Regiane Fátima de Lima; 5) “Tio Flávio cultural”, por Flavio Eduardo Tóani de Moraes; 6) “Trabalhando a afetividade para solução de conflitos, por meio do lema: Gentileza gera gentileza”, por Djalma de Oliveira Tomé; 7) “Creche Tia Carminha”, por Thales Augusto Nascimento Viote; 8)“Casa de Referência da Mulher Tina Martins”, por Movimento de Mulheres Olga Benário; e 9) “Bom na bola, bom na vida”, por Carlos Antônio Apolônio de Vasconcelos.



Calendário de cursos e eventos

<< out 2017 >>
dstqqss
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4